Olá pessoal, esta é uma situação comum, porém, muitas vezes complicada para alguns pais e professores. Neste post usarei algumas situações, como estudo de caso e darei algumas sugestões também para facilitar este momento com a criança que tenha TDAH. Os nomes usados nas situações abaixo são todos fictícios.

Como incluir a Lição de casa na rotina das crianças com TDAH

TDAH

É muito importante fazer a lição de casa, a mesma pode ser uma aliada para o aluno que deseja reforçar os estudos e melhorar as notas. É isso que os especialistas afirmam. Eles defendem que o hábito de estudar um pouco por dia, desde cedo ajuda bastante a fixar os conteúdos e melhora significativamente a aprendizagem. Este momento parece ser bem simples, mas na prática não é assim que acontece.
Sabemos que a maioria das crianças  tenham elas TDAH ou não, dificilmente gostam de fazer a lição de casa. Em muitos casos, a criança não gosta de parar outras atividades como  brincar, jogar ou assistir TV  ou mesmo deixar de dormir muitas vezes para estudar. Este não significa um momento prazeroso para as crianças, em especial as que têm TDAH. Porém, se essas atividades são tão importantes para o aprendizado, o jeito é fazer com que as atividades extra sala de aula não se tornem um castigo para as crianças.

TDAH
Citaremos alguns casos para ilustrar o que acontece com muitas crianças neste momento: Gustavo, aluno do 3º ano, 10 anos e diagnosticado com TDAH, segundo sua mãe, ele não quer nem saber da lição de casa. “Não é bom fazer lição de casa, não gosto”. A mãe do Gustavo, não deixa de cobrar. “Tenho que pegar no pé para fazer que ele faça a lição de casa. Quando chego do trabalho tenho que olhar o caderno e aí, se tiver lição de casa para fazer, tem que fazer”, porém, é um momento muito estressante, parece um castigo para ele.

“É um complemento da escola, mas é uma briga em casa para convencer o filho a fazer lição de casa porque ele esquece, às vezes não quer fazer, aí no outro dia a professora diz que o meu filho não fez o dever”.

Neste caso, para ajudar os pais que têm filhos com dificuldades em se adaptar a rotina de estudos fora da sala de aula, sugerimos que: A criança com TDAH deve ser orientada pelos pais a serem mais organizadas, existem aquelas que apresentam perfis diferentes. Existe também a criança que é mais autônoma e mostra isso nas tarefas do dia-a-dia, como guardar brinquedos, e tem aquelas que são mais dependentes, desta forma os pais mesmo lidando com os sintomas do TDAH precisam refletir sobre o papel da criança no que se refere  às atividades de casa. A lição de casa acaba sendo uma consequência de como a criança atua dentro de casa, no guardar da própria roupa, na alimentação, na forma de tomar banho.

Lembramos que em momento nenhum os pais devem fazer a lição de casa pela criança que apresenta este transtorno (TDAH). O correto é que os pais estimulem quais aspectos à criança está conseguindo concluir. “Com este estímulo, a criança vai buscando isso em outras coisas, como os trabalhos escolares”.

TDAH

É importante estabelecer uma rotina para a criança é imprescindível que isso seja conversado com a criança. Devem ser observados os melhores horários para que a criança possa fazer as atividades extraescolares. Por exemplo, não é adequado colocar a lição de casa na hora do desenho que ela mais gosta. A criança neste caso ficará ansiosa para poder assistir aquele desenho. É preciso observar qual o melhor momento para fazer a lição de casa.  Exigir que a criança estude logo depois do almoço também não é indicado. “neste horário a criança com TDAH fica mais morosa, o organismo requer mais energia para a digestão”.

PUBLICIDADE

TDAH

Outro fator destacado importante é o auxílio da internet nos estudos. A Internet é uma ferramenta útil e prazerosa, mas o uso da mesma deve ser feito com orientação da escola. Identificar o maior desafio para a criança também ajuda. Muitas vezes os pais necessitam procurar um especialista devido à dificuldade da criança, em especial a que apresenta TDAH, por isso a lição de casa é tão importante: para que os pais tenham um termômetro de como está à necessidade da criança, se é mais por resistência ou se está ligado a uma dificuldade já instalada, até mesmo devido aos sintomas que o transtorno apresenta.

 

Como já havíamos anunciado, além dos nossos artigos e e-books, apresentamos também o nosso portal de Cursos online, estreamos com o Curso TDAH, Inédito, com Estratégias e Atividades, este curso é destinado à todos aqueles que desejam conhecer melhor ou que lidam com crianças que têm TDAH. Professores, pais ou mesmo pessoas com TDAH. Apesar deste curso ser bem explicativo sobre o conceito de TDAH, enfatizo bastante as estratégias e atividades a serem trabalhadas tanto em casa como na escola com as crianças que tem este transtorno. É com Bastante alegria, que eu, Escritora e Proprietária deste Blog, apresento o Link de acesso para Todos vocês. O curso é interativo e estarei também auxiliando todos que fizerem através de e-mails, Webnários (palestras online) gratuitos e no próprio portal, através de vídeos. Além de todas as vantagens, ainda disponibilizarei o e-book Trabalhando o emocional das crianças TDAH, para quem adquirir o curso. O nosso objetivo é oportunizar para vocês um ano letivo de muito SUCESSO.

 

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

 

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Estudo de caso: como fazer a lição de casa com as crianças que têm TDAH
Classificado como: