A criança com TDAH requer do professor ou cuidador uma atenção especial. A criança poderá apresentar aliada ao TDAH o Déficit de Atenção e/ou outras características do transtorno devido também a questões sócio afetivas, neste caso disponibilizaremos algumas estratégias e atividades que poderão ser úteis a todos.

 

Crianças com TDAH e/ou Déficit de Atenção precisam da repetição de exercícios ou de instruções e também de um tempo maior para reter e processar uma nova informação. Assim, é possível melhorar a capacidade de trabalho da sua memória curta ou de trabalho.

TDAH

Como sugestão para aumentar o tempo de atenção e concentração da criança com TDAH deve-se estruturar uma série de atividades diferentes com um mesmo objetivo para serem exploradas durante o período escolar, ou seja, diversificar as atividades. Vamos exemplificar o cotidiano de uma aula: deve-se iniciar uma atividade de escrita sobre um determinado conteúdo, depois, utilizar o material concreto sobre o mesmo assunto, ao ler um livro, introduzir um jogo e atividades no computador ou tablet, neste caso as crianças com este transtorno adoram, pois interagem muito bem com as diversas mídias. Com estas estratégias, a criança que tem TDAH é chamada para reiniciar de forma constante o seu processo de atenção e concentração, podendo colaborar para o exercício, estruturação e aprimoramento de tais funções.

Para que a criança em questão possa movimentar-se (elas necessitam deste momento), dê à mesma uma ocupação ou função à criança: ajudar a distribuir uma tarefa para a turma, recolher materiais, buscar um brinquedo que será usado em aula, entre outros.

Inove sempre, torne o momento com a criança bastante dinâmico, modifique seus métodos e materiais de trabalho, introduzindo novidades e objetos concretos para melhorar a atenção e concentração delas.

Sempre que for possível, reorganize o ambiente: modifique as carteiras de lugar, faça novos agrupamentos entres os alunos e até sugira grupos de estudos.

Ao fazer uma pergunta, para as crianças use cartões com respostas prontas para que o aluno possa organizar o pensamento. Isso vale também para organização de textos já conhecidos.

Ao preparar atividades, elabore algumas com palavras-chave ou banco de palavras para completar um conceito, deixando lacunas no texto para serem preenchidas.

TDAH

Trabalhe com o tempo apropriado, ou seja, tempo para as tarefas: como já mencionamos pode ser dado um tempo maior do que aos demais colegas para a execução das tarefas. É preciso conhecer como cada criança reage melhor e definir o tempo que se adequa às necessidades dela.

O mesmo equivale para avaliações: elas podem ser feitas de forma oral ou escrita, considerando um tempo maior ou menor para a sua execução, dependendo de cada caso( deve-se perceber se além do TDAH a criança apresenta também outra comorbidade associada, por exemplo, a dislexia). A quantidade de atividades (muitas atividades curtas ou poucas atividades longas) também deve ser estabelecida de acordo com cada caso específico.

Estabeleça regras ou crie rotinas para avisar sobre o limite de tempo. Por exemplo, bata um sino ou apite, quando faltar 5 minutos para o término da atividade. Sinalize sempre o que está acontecendo.

Sempre que possível dê pequenos intervalos de descanso a cada 50 minutos de trabalho em que as crianças possam ir ao banheiro, tomar água, movimentar-se.

Utilize cartões com palavras, frases, perguntas e imagens, pois, as gravuras ajudam a criança com TDAH organizar os pensamentos.

Use estímulos visuais associados aos auditivos (músicas, vídeos, gravar a voz da criança). Computadores e retroprojetores são bons recursos, use-os quando estiverem disponíveis. Desenhe bastante, use figuras e gráficos.

Tenha sempre calendários em classe e estimule a utilização das agendas pessoais. Avise, quando possível, sobre mudanças na rotina das crianças.

PUBLICIDADE

Seja sempre criativo, utilize um pouco de arte dramática. Use também gestos, demonstre o que explicar, ande pela sala, cubra um objeto para, depois, revelá-lo, faça surpresas.

O segredo é “Motivar”. Nunca utilize frases como: “o tempo está acabando; vai logo! ande rápido!; ainda não terminou?”.

Use a Internet e veja os aplicativos que concentram e podem motivar crianças com TDAH

TDAH

 

  • Match it up 3: Este aplicativo trabalha a relação entre determinados pares de objetos, animais, ferramentas, meios de transporte e muito mais (gratuito);
  • Series 1: ensina a criança a organizar os objetos por forma, cor, tamanho e quantidade. O jogo desenvolve conceitos matemáticos primários como tamanho e quantidade, habilidades de percepção visual (gratuito);
  • My Mosaic: Este é um jogo que ajuda no desenvolvimento de habilidades nas áreas da percepção visual e coordenação de olho e mão (gratuito).
  • MatrixMatch 2: Este aplicativo tem como objetivo ordenar e relacionar, numa grande matriz, as formas e linhas que, unidas, dão origem a novas figuras (gratuito);

 

Convido a todos vocês envolvidos no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos, a conhecerem o E-book “Dislexia, Transtorno ou Talento?” Cujo objetivo é justamente demonstrar através de conhecimento, estratégias e atividades que todas as crianças possuem talentos e a forma como devemos despertá-lo. Tenho certeza que todos que o adquirirem terão outra visão da Dislexia e consequentemente através do seu conteúdo e aplicação suas práticas com estas crianças serão exitosas.

banner_dislexia_300_250

Se você quiser aprender mais sobre TDAH aproveite e inscreva-se em nosso curso de TDAH Estratégias e atividades Inédito + Bônus de um e-book Trabalhando as emoções das crianças. Está imperdível, ADQUIRA JÁ!

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

 Em breve estaremos disponibilizando o Curso Online de DISLEXIA Estratégias e Atividades. Aguardem!TDAH

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Atividades para facilitar a aprendizagem das crianças com TDAH
Classificado como: