A primeira grande conscientização da Artrose, precisa acontecer dentro da gente, é preciso conscientizarmos a nós mesmos, uma ação de dentro para fora, enquanto nós com Artrose, não nos aceitamos, tudo será mais difícil, quando então, passamos a aceitar que a vida terá que ser assim, passamos a enxergar as possibilidade de readaptação e vamos encontrando um novo caminho, o caminho da superação.
Viver com artrose não é fácil, é um desafio após o outro. Muitos não compreendem, são inflexíveis, porém, nós somos os primeiros muitas vezes a não nos aceitar. Devemos ter atitudes proativas diante da doença, lutarmos por nossa dignidade, não aceitando injustiças, viver além da limitação que muitas vezes nos é imposta e bastante diminuída dependendo do nosso estado emocional e da aceitação.
O otimismo, a aceitação, a busca de melhores formas de lidar com a artrose, nos ajudará a viver como “iguais” em uma sociedade ainda baseada em preconceitos. Poderemos buscar forças e além da dor descobrirmos possibilidades para viver e VENCER!

vencer a artrose
PUBLICIDADE
Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Artrose, superar ou sucumbir…Você decide