A capacidade de atenção é primordial para que as informações sejam retidas na memória. Portanto neste artigo trataremos da memória visual que é de suma importância na aprendizagem da lectoescrita. Uma das estratégias iniciais usadas nos meus atendimentos é justamente no que se refere à memória visual do meu aluno/cliente. Neste caso, deve-se verificar se a criança possui uma memória visual de curto ou longo prazo pobre, pois, se houver todas as modalidades de memória são limitadas, embora exista uma adequada inteligência e raciocínio. No caso de não existir uma modalidade forte de memória, tornam-se necessários os métodos baseados no raciocínio e técnicas sinestésicas. Veja abaixo algumas atividades e estratégias que podem ser usadas para melhorar a qualidade da memória visual na criança que tem TDAH ou outros transtornos de aprendizagem:

 

– Apresentar a esta criança que tem TDAH ou outros transtornos de aprendizagem, objetos de uso comum, por exemplo, um carro, um copo, um lápis, etc. (faça uma sequência a partir de cinco objetos e os aumente em seguida de acordo com a idade da criança). Pede-se em seguida que ela observe e depois feche os olhos. Esconda os objetos e peça que a criança abra os olhos e os nomeie.

TDAH

TDAH

– Utilize fotos ou ilustrações de objetos familiares começando com duas ilustrações e chegando até cinco ( ou mais de acordo com a idade da criança). Pede-se a ela que nomeie os objetos da esquerda para direita. Retiram-se as ilustrações e pede-se que os nomeie na mesma ordem.

TDAH

TDAH

– Apresenta-se a criança, uma série de cartões com linhas verticais coloridas (neste caso pode ser verificado também o reconhecimento das cores de acordo com a idade das crianças). A progressão cresce com um número maior de linhas verticais e de cores utilizadas. Pede-se a ela que reproduza a sequência com palitos coloridos ou de forma gráfica com as cores correspondentes (geralmente uso a forma gráfica, exemplo, peço para que façam bolinhas com as cores apresentadas na sequência que foi apresentada). É importante mencionar que a criança deve ter atenção (especialmente as que tem TDAH) à sequência correta das cores.

TDAH

PUBLICIDADE

– Apresente a criança ilustrações como a que se segue abaixo (você pode confeccionar em ofício ou cartolina). Em seguida peça que a criança a reproduza na mesma forma gráfica, a primeira figura, as demais, sem olhar para o cartão que você ilustrou, caso ela não acerte, mostre o cartão novamente.

TDAH

– Apresente ilustrações com letras. Pede-se que depois as reproduza no papel. A quantidade de letras pode ir aumentando de acordo com a idade.

TDAH

TDAH

Todas estas estratégias ajudam na retenção da memória, são estratégias iniciais, para que possamos a partir da organização memória da criança que apresenta TDAH, Dislexia, ou outros transtornos de aprendizagem, ir trabalhando o aspecto cognitivo em seguida, facilitando desta forma sua aprendizagem. No próximo artigo ainda darei sequência com mais estratégias para melhorar a memória visual e iniciarei também estratégias para desenvolver a memória auditiva.

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Atividades e estratégias que obtive êxito com alunos TDAH e Dislexia
Classificado como:
  • Rosane

    Excelentes dicas, Socorro Bernardes. Obrigada pelo carinho com que nos transmite seus conhecimentos!

    • Olá Rosane, agradeço também a você pelas lindas palavras e por visitar o Blog, o objetivo é ajudar todos e transmitir além do conhecimento muito carinho. Abçs

  • giovanni piovesan

    Boa noite, Socorro Bernardes.

    Meu nome é Giovanni Piovesan e gostaria de pedir que me encaminhasse um e-mail de contato, pois não consigo enviar mensagem pelo seu site, fica dando erro.
    O motivo do contato é devido a uma referência bibliográfica em um de seus trabalhos, que gostaria de pedir para corrigir, pois se trata de um artigo meu.
    Já adianto, pode ficar tranquila, que fico muito contente de você ter utilizado este trabalho, gostaria apenas que registrasse a referência da forma correta e não apenas informando o link do site em que está publicado.
    Favor entrar em contato no e-mail: [email protected]

    Obrigado

    Abraço

    • Olá Giovanni, a referência já foi corrigida. Obrigada pelo contato. Abçs