Estamos iniciando agora um estudo sobre autismo, onde pretendo partilhar conhecimentos, estratégias e atividades no intuito de auxiliar todas as pessoas que lidam com estas crianças e aqueles que atuam na área de educação no que se refere à aprendizagem das mesmas.

As manifestações ou sintomas do autismo aparecem sempre antes dos três anos de idade e, ocasionalmente, desde o nascimento embora no primeiro ano sejam pouco perceptíveis, tornando difícil o diagnóstico de autismo neste momento da vida.

Aos oito meses é possível detectar algumas características do autismo.  Os dezoito meses é a idade em que se pode observar alguns comportamentos que alertam sobre o autismo, como a maneira de se comportar, problemas com o contato visual, ausência de resposta ao ser chamado pelo nome, alteração na atenção, dificuldade no jogo simbólico (imitação) e imaginação e problemas com a comunicação não verbal e linguagem. Aos três anos é a idade média em que, atualmente, é diagnosticado o autismo.

Autismo

A “comunicação intencional”, ativa e espontânea que geralmente se desenvolve em uma criança normal de oito ou nove meses, através de seus gestos e vocalizações pré-linguísticas, é muito perturbada ou limitada em crianças com autismo. A ausência do sorriso social, olhar as pessoas, gestos e vocalizações comunicativas, a falta de “apego”, são as características mais evidentes de seu comportamento.

Estas dificuldades se manifestam mais claramente a partir de um ano e meio ou dois anos, idade em que as crianças tendem a ter progressos muito rápidos na aquisição da linguagem em palavras. Muitas vezes acontece que, nesta época do desenvolvimento da linguagem, a criança se mostra ainda mais isolada, excitada, presa a estereótipias ou comportamentos rituais, falta de jogo simbólico, incomunicabilidade e não desenvolve a linguagem ou adquire uma linguagem muito perturbada. Às vezes pode chegar a dizer palavras repetitivamente e sem sentido, ou então permanecer “muda”; algumas crianças adquirem uma extraordinária lentidão, uma linguagem mais funcional. Além disso, não parecem estar interessadas na linguagem dos demais e, muito frequentemente não compreendem mais do que ordens muito simples ou rotinas repetidas. Às vezes parecem não compreender nada.

É importante lembrar que as alterações e raridades da linguagem se dão, de uma maneira ou de outra, em todas as crianças com autismo, ou seja, isso é um dos critérios utilizados para diagnosticar a doença.

Autismo

Muitas vezes, um atraso na fala a partir dos dois anos de idade é o que dá o sinal de alerta aos pais, mesmo quando muitos outros sintomas possam ter estado presente antes. Algumas crianças com autismo tem um desenvolvimento aparentemente normal que chega até a aquisição de uma linguagem funcional, mas que logo se perde ou se altera.

Desta forma é necessário determinar a avaliação quantitativa do autismo através da presença de sinais e sintomas. Não se pode determinar que uma criança tenha autismo por si mesmo. A avaliação do autismo sempre deve ser feita por um profissional especializado – psicopedagogo, neuropediatra, psicomotricista, neurologista, psicólogo.

O autismo afeta cada pessoa de forma diferente, entretanto, há uma série de questões que os pais, professores e outros que cuidam de crianças podem observar e perceber se o indivíduo tem autismo. Vejam os sinais que podem indicar se a criança tem autismo ou algum transtorno relacionado com a comunicação.

Possíveis sinais do autismo

Autismo

– Sofrer qualquer perda de qualquer habilidade de linguagem ou social em qualquer idade;

– Não responder ao seu nome;

– Não poder explicar o que quer;

– Possuir atrasos nas habilidades de linguagem ou na fala;

– Não seguir instruções;

– Por vezes parecer surdo;

– Parecer ouvir algumas vezes e outras não;

– Não indicar ou não saber dizer adeus com a mão;

– Saber dizer ou balbuciar algumas palavras, mas não o fazer;

– Ter acessos de raiva intensos ou violentos;

– Ter comportamentos e movimentos raros;

– Ser hiperativo, pouco cooperativo ou com muita oposição;

– Não saber como se divertir com brinquedos;

– Não retornar sorriso;

– Ter dificuldade em fazer contato visual;

– Ficar “travado” em certas situações, realizando-as uma ou outra vez, sem poder continuar outras tarefas;

– Parecer que prefere brincar sozinho;

– Trazer coisas só para ela;

– Fazer coisas “antes” que as outras crianças;

– Parecer estar em seu próprio mundo;

– Parecer que se desconecta dos outros;

– Não estar interessado nas outras crianças;

– Caminhar nas pontas dos pés;

– Exibir um apego exagerado aos brinquedos, objetos ou horários (por exemplo, sempre estar segurando uma corda, ou ter que colocar as meias, antes que as calças);

– Passar muito tempo alinhando as coisas ou colocando-as em uma determinada ordem.

 

Participe

O que você achou desta matéria? Escreva nos comentários e deixe sua opinião

Curta nossa Fan Page no Facebook: http://www.facebook.com/ganhesempremais

 

Lançamento do nosso mais novo e-book: “Viva o autismo com estratégias e atividades”

Apresento a vocês este trabalho sobre o autismo que tem como objetivo através de muito conhecimento, dicas importantes, estratégias, atividades, relatos,  mostrar que todas as crianças são capazes e aprendem sim. Como bônus vocês irão ganhar o e-book inédito: Atividades exitosas complementares de alfabetização.

PUBLICIDADE


E-book Viva o Autismo

E-book “Atividades Exitosas 2”

Devido ao extraordinário sucesso do nosso e-book “Atividades Exitosas”, estamos lançando o “Atividades Exitosas 2”, com mais de 100 atividades onde obtive êxito com crianças com TDAH, dislexia e autismo também (comprovadas e testadas) e agora com lúdico e E.V.A. Imperdível!

E-book Atividades Exitosas 2

Vejam muito mais conteúdo e estratégias de como viver e Vencer com TDAH no meu mais novo E-book, ele apresenta estratégias, técnicas, relatos e atividades imprescindíveis a todos  aqueles que acreditam que podem “Vencer com TDAH”.

banner_vencer_com_TDAH_300_250

O Blog Ganhe Sempre mais, faz uma Mega PROMOÇÃO, em seus cursos, que além de conteúdo de qualidade, facilidade e disponibilidade de tempo, você faz o curso em qualquer horário e local que estiver, ainda fica mais acessível:

Convido a todos vocês envolvidos no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos, a conhecerem o E-book “Dislexia, Transtorno ou Talento?” Cujo objetivo é justamente demonstrar através de conhecimento, estratégias e atividades que todas as crianças possuem talentos e a forma como devemos despertá-lo. Tenho certeza que todos que o adquirirem terão outra visão da Dislexia e consequentemente através do seu conteúdo e aplicação suas práticas com estas crianças serão exitosas.

banner_dislexia_300_250

Vejam muito mais conteúdos com estratégias e atividades no Curso Dislexia Estratégias e Atividades, destinado a pais, professores, fonoaudiólogos, psicólogos escolares, psiquiatras, pedagogos, psicopedagogos, especialistas de atendimentos educacionais (AEE), TO’s, e as próprias pessoas com o transtorno. Contêm muitas informações relevantes, estratégias e muitas atividades que podem ser aplicadas de forma lúdica e criativa, promovendo deste modo a aprendizagem da criança, por pais, e professores, visando auxiliar os mesmos em suas práticas diárias.

Como bônus você levará 2 E-BOOKS, o e-book CIRANDA – Ensinando com rimas, que contêm poesias educacionais, sugestões de atividades e atividades (modelo) que podem ser trabalhadas com todos os alunos, e o e-book Déficit de Atenção ou TDAH. São inúmeras vantagens para você. ADQUIRA JÁ!

Curso de Dislexia Online

Se você quiser aprender mais sobre TDAH aproveite e inscreva-se em nosso curso de TDAH Estratégias e atividades Inédito + Bônus de um e-book Trabalhando as emoções das crianças. Está imperdível, ADQUIRA JÁ!

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
24 sinais que indicam que a criança pode ter Autismo
Classificado como: