Estima-se que entre 15 e 50% dos indivíduos com TDAH definitivamente superam o transtorno. No entanto, esses dados originam-se de estudos de acompanhamento em que não foram usados os critérios de diagnóstico atuais e mais rigorosos para tal. Quando são empregados critérios mais apropriados e modernos, provavelmente apenas 20 a 35% das crianças portadoras do transtorno não têm mais nenhum sintoma resultante em deficiência em sua idade adulta.

TDAH

No decorrer de suas vidas, uma minoria significativa daqueles portadores do transtorno experimenta um maior risco de desenvolver um comportamento desafiador e opositivo (> 50%), problemas de conduta e dificuldades antissociais (25 a 45%), deficiências de aprendizagem (25 a 40%), baixa autoestima e depressão (25%). Aproximadamente 5 a 10% das pessoas com TDAH podem desenvolver transtornos mentais mais sérios, como o bipolar. Entre 10 e 20% podem desenvolver transtorno de personalidade antissocial na idade adulta, a maioria deles também apresentando problemas com abuso de substância. No total, cerca de 10 a 25% desenvolvem dificuldades com uso excessivo, dependência ou mesmo abuso de substâncias legais (por exemplo, álcool e fumo) ou ilegais (por exemplo, maconha, cocaína e uso ilícito de medicamentos que só podem ser vendidos com receita médica), risco este que aumenta entre adolescentes com transtorno de conduta ou delinquência.

Apesar desses riscos, metade ou mais dos portadores de TDAH não desenvolve essas dificuldades ou transtornos associados. No entanto, a maioria deles certamente experimentou problemas com o desempenho na escola, com até 30 a 50% reprovados pelo menos uma vez, e 20 a 36% jamais concluindo o ensino médio. Quando adultos, os indivíduos com TDAH provavelmente terão uma educação inferior em relação à capacidade intelectual e à formação educacional da sua família. É também provável que experimentem dificuldades em ajustar-se no emprego e podem ser subempregados em relação à inteligência e à formação educacional da sua família. Tendem a mudar de emprego com mais frequência do que as outras pessoas, às vezes por se sentirem entediados ou devido a problemas interpessoais no local de trabalho.

Também tendem a ter uma maior rotatividade de amizades e relacionamentos amorosos, além de parecerem mais propensos à discórdia conjugal e, até mesmo, ao divórcio. Dificuldades com a velocidade quando estão dirigindo são relativamente comuns, e há mais multas de trânsito para pessoas com TDAH, inclusive em alguns casos de acidentes que envolvam mais veículos motorizados. Por isso, há uma maior probabilidade de terem suas carteiras de motorista suspensas ou cassadas.

 Característica positiva do TDAH

TDAH

Existe uma característica considerada positiva tanto pelo portador de TDAH quanto por outras pessoas: A criatividade. Esta capacidade criativa que eles demonstram ter em suas vidas. Essa característica normalmente está presente em pessoas com TDAH e é associado ao transtorno. Segundo Silva (2003) devido à capacidade de não conseguir manter as ideias em ordem, pessoas com TDAH tendem a ser muito criativas e muitas vezes em ramos onde a criatividade é importante é que estas pessoas acabam encontrando um trabalho que conseguem fazer bem. Hallowell (1999), também comenta sobre a criatividade dos portadores, que só conseguem se utilizar verdadeiramente de seus talentos criativos quando o TDAH é tratado.

Quando os sujeitos com TDAH encontram o ambiente e a tarefa certa para estimulá-los eles podem acabar demonstrando uma característica contrária àquela normalmente associada ao transtorno, ou seja, ao invés da desatenção, podem demonstrar uma concentração e uma dedicação bastante intensa.

Existem vários elementos na mente do TDAH que favorecem a criatividade. Conforme Hallowell (1999), existem 4 motivos: o primeiro sendo, a tolerância maior ao caos, quando uma pessoa com TDAH recebe um estímulo, ele não põe esse estímulo no lugar apropriado, sofrendo metamorfose antes de se consolidarem na mente, acentuando assim, a criatividade. Em segundo lugar vem à impulsividade. A criatividade da pessoa com TDAH surge do nada, sem hora marcada, sendo espontâneos, resultado de um impulso. O terceiro motivo, é a capacidade de se concentrar intensamente em algo, tendo hiper-concentração. Deste modo a pessoa com TDAH quando se concentra ou têm interesse em algo, pode dedicar horas e dias inteiros, podendo terminar rapidamente, antes do prazo determinado.

TDAH

O quarto elemento é a “hiper-reatividade da mente, sendo esta mais comum do que a hiperatividade em adultos com TDAH. Segundo estudiosos, “Essa hiper-reatividade acentua a criatividade, pois aumenta o número de colisões no cérebro”. Cada colisão tem o potencial de emitir luz nova, matéria nova, como acontece quando partículas subatômicas colidem”. Desta forma muitas pessoas com TDAH se tornam verdadeiros gênios naquilo que gostam de fazer.

Vejam muito mais conteúdo e estratégias de como viver e vencer com TDAH no meu mais novo E-book, ele apresenta estratégias, técnicas, relatos e atividades imprescindíveis a todos  aqueles que acreditam que podem “Vencer com TDAH”.

banner_vencer_com_TDAH_300_250

PUBLICIDADE

 

O Blog Ganhe Sempre mais, faz uma Mega PROMOÇÃO, em seus cursos, que além de conteúdo de qualidade, facilidade e disponibilidade de tempo, você faz o curso em qualquer horário e local que estiver, ainda fica mais acessível:

Ganhe desconto de 10% com o cupom: C10TDAH  para o Curso de TDAH:

Curso Online de TDAH com Estratégias e Atividades + Bônus E-book Trabalhando as emoções das crianças

Ganhe desconto de 10% com o cupom C10DISLEXIA  para o Curso de Dislexia:

Curso Online de Dislexia com Estratégias e Atividades + Bônus E-book Ciranda – Ensinando com rimas + Bônus E-book TDAH ou Transtorno de Aprendizagens

 

Convido a todos vocês envolvidos no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos, a conhecerem o E-book “Dislexia, Transtorno ou Talento?” Cujo objetivo é justamente demonstrar através de conhecimento, estratégias e atividades que todas as crianças possuem talentos e a forma como devemos despertá-lo. Tenho certeza que todos que o adquirirem terão outra visão da Dislexia e consequentemente através do seu conteúdo e aplicação suas práticas com estas crianças serão exitosas.

banner_dislexia_300_250

Vejam muito mais conteúdos com estratégias e atividades no Curso Dislexia Estratégias e Atividades, destinado a pais, professores, fonoaudiólogos, psicólogos escolares, psiquiatras, pedagogos, psicopedagogos, especialistas de atendimentos educacionais (AEE), TO’s, e as próprias pessoas com o transtorno. Contêm muitas informações relevantes, estratégias e muitas atividades que podem ser aplicadas de forma lúdica e criativa, promovendo deste modo a aprendizagem da criança, por pais, e professores, visando auxiliar os mesmos em suas práticas diárias.

Como bônus você levará 2 E-BOOKS, o e-book CIRANDA – Ensinando com rimas, que contêm poesias educacionais, sugestões de atividades e atividades (modelo) que podem ser trabalhadas com todos os alunos, e o e-book Déficit de Atenção ou TDAH. São inúmeras vantagens para você. ADQUIRA JÁ!

 

Curso de Dislexia Online

 

 

Se você quiser aprender mais sobre TDAH aproveite e inscreva-se em nosso curso de TDAH Estratégias e atividades Inédito + Bônus de um e-book Trabalhando as emoções das crianças. Está imperdível, ADQUIRA JÁ!

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

 

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Você pode Vencer com TDAH. Vejam a característica positiva e o desfecho do transtorno na vida adulta
Classificado como: