A pessoa que tem dificuldade de aprendizagem é afetada em toda sua totalidade, ela sofre pela desvalorização e críticas que provém dos demais, pela subestimação que sente por não conseguir cumprir com aquilo que espera de si mesma, e com que os outros esperam principalmente no ambiente familiar. O fracasso na aprendizagem toca tanto o ser íntimo, como o social, justamente pelo lugar que tem o sucesso social em nosso mundo.

Podemos dizer que o baixo rendimento escolar converteu-se em sinônimo de fracasso na vida. O sujeito é construído perseguindo as ideias que lhe são propostas ao longo de sua existência. Deste modo é o produto dessas identificações sucessivas que formam a trama do ser eu.

Ocorre que nas sociedades ocidentais o sucesso, o dinheiro, a posse de bens e o poder que se desprende de tudo isso, representam o ponto mais alto dos valores que cada um sonha em possuir.

Desta forma, triunfar na escola constitui uma perspectiva de conseguir mais adiante uma boa situação e, em consequência, ter a possibilidade de acessar o consumo de bens. O baixo rendimento escolar pressupõe a renuncia a tudo isso. Os problemas específicos de aprendizagem se expressam de diferentes formas e afetam distintas competências, é muito difícil observar as dificuldades de maneira isolada. É imprescindível ressaltar que na realidade as dificuldades podem surgir em mais de uma das áreas estudadas ou um sintoma pode devido a mais de uma causa. Neste caso, a análise de cada situação individual permitirá um trabalho mais efetivo.

 

Para iniciar o nosso módulo abordaremos algumas estratégias que podem ser desenvolvidas com as crianças no que se refere a déficits de atenção.

Déficit de atenção

Estratégias em sala de aula

– Sentar a criança numa área silenciosa.

– Sentar a criança perto de alguém que seja um bom modelo a seguir.

– Sentá-la próximo de algum colega que possa apoiá-la em sua aprendizagem.

– Orientar a atenção da criança para a tarefa que será iniciada. É importante ajudá-la a descobrir e selecionar a informação mais importante, organizá-la e sistematizá-la.

– As rotinas de trabalho devem ser claras. Devem ser evitadas, na medida do possível variações imprevistas.

– Não é conveniente fazer atividades com limites de tempo. Isto pode favorecer condutas impulsivas.

– Permitir um tempo extra para completar seus trabalhos.

– Encurtar períodos de trabalho de modo a coincidirem com seus períodos de atenção.

– Dividir os trabalhos que lhes sejam dados em partes menores de modo que elas possam completá-lo.

– Dar assistência à criança para que ela se coloque metas a curto prazo.

– Entregar os trabalhos um de cada vez.

– Exigir delas menos respostas corretas que do restante da turma.

– Reduzir a quantidade de deveres de casa.

– Dar instruções tanto orais como escritas.

– Tentar envolver a criança na apresentação dos temas.

– Estabelecer sinais secretos entre a criança e o professor para poder fazê-lo notar quando está começando a se distrair.

– É importante que estas crianças estejam em ambientes de trabalho motivantes, com tarefas que sejam significativas para elas. Deve-se atrair o seu interesse e apresentar a ela tarefas que sejam desafiantes. Existia a crença que seria conveniente que estivessem em ambientes de trabalhos com poucos estímulos porque tudo lhes chama atenção; no entanto, agora se sabe que é importante proporcionar-lhes uma estimulação adequada, num ambiente que seja estimulante para estas crianças que tem déficit de atenção.

défict de atenção

Exercícios lúdicos

 

1- Mar e terra:

É desenhada no chão uma linha ou pode ser feita com fita adesiva. Pede-se às crianças que se coloquem à esquerda da linha e dizemos a elas: agora vocês estão no mar… Onde vocês estão? As crianças respondem: no mar. O professor continuará dizendo: quando eu disser terra todos devem pular para o outro lado. Os pés devem estar juntos no mesmo local. Então o professor irá dizendo terra, mar, terra, mar, terra, terra etc. Os que se equivocam vão sendo eliminados.

Obs: Nesta atividade poderá ser trabalhada a motricidade, lateralidade e déficit de atenção dos alunos.

 

Quem enxerga melhor

Cada criança tem papel e lápis. O professor deve dizer uma letra do alfabeto e as crianças devem escrever o maior número de objetos que estejam na sala e que comecem com essa letra. Este jogo pode ser repetido com cores.

Obs: Trabalhar com séries em que a criança já sabe escrever. Trabalhar as cores e a escrita, assim como o déficit de atenção do aluno.

 

Intercâmbio de pessoas

As crianças colocam-se em círculo e se olham, tentando recordar a posição de cada um dentro do círculo. Uma das crianças deve sair da sala e duas das crianças do círculo devem mudar de posição. Ao retornar à sala a criança que estava fora deve descobrir quais são as crianças que trocaram de lugar.

 

Obs: neste jogo pode ser trabalhado motricidade, orientação espacial, lateralidade, déficit de atenção.

 

Exercícios visuais

 

Com letras

 – Mostrar uma variedade de letras variadas, pedir à criança que pinte todas as letras semelhantes à do enquadramento.

atividade_estrategia_05

Obs: trabalha a atenção, conhecimento de letra, e até mesma se existe confusão com estas letras que pode ser um indício de dislexia a ser averiguado.

 

Com figuras geométricas

– Pede-se à criança que faça um círculo ao redor das figuras que são iguais  à do enquadramento:

Défict de atenção

Obs: trabalha-se a atenção, concentração, conhecimento de figuras geométricas

 

Figuras iguais

– Pedir à criança que identifique as figuras que são iguais, e pinte-a:

Déficit de Atenção

Obs: Trabalha-se conhecimento de cores, figuras geométricas, a atenção e concentração das crianças.

PUBLICIDADE

 

Conheça o meus mais novo E-book “Discalculia com estratégias e atividades”

Neste e-book que apresentamos a vocês procuramos levar tanto o conhecimento sobre a discalculia, como estratégias e atividades sugeridas e que podem ser adaptadas ao contexto escolar e realidade/habilidade de cada aluno e, que foram elaboradas no intuito de colaborar com a aprendizagem das crianças que apresentam o transtorno, desmistificando a matemática, levando-as a uma real aprendizagem.

E-book Discalculia com Estratégias e Atividades

E-book “Viva o autismo com estratégias e atividades”

Apresento a vocês este trabalho sobre o autismo que tem como objetivo através de muito conhecimento, dicas importantes, estratégias, atividades, relatos,  mostrar que todas as crianças são capazes e aprendem sim. Como bônus vocês irão ganhar o e-book inédito: Atividades exitosas complementares de alfabetização.


E-book Viva o Autismo

E-book “Atividades Exitosas 2”

Devido ao extraordinário sucesso do nosso e-book “Atividades Exitosas”, estamos lançando o “Atividades Exitosas 2”, com mais de 100 atividades onde obtive êxito com crianças com TDAH, dislexia e autismo também (comprovadas e testadas) e agora com lúdico e E.V.A. Imperdível!

E-book Atividades Exitosas 2

Vejam muito mais conteúdo e estratégias de como viver e vencer com TDAH no meu mais novo E-book, ele apresenta estratégias, técnicas, relatos e atividades imprescindíveis a todos  aqueles que acreditam que podem “Vencer com TDAH”.

banner_vencer_com_TDAH_300_250

O Blog Ganhe Sempre mais, faz uma Mega PROMOÇÃO, em seus cursos, que além de conteúdo de qualidade, facilidade e disponibilidade de tempo, você faz o curso em qualquer horário e local que estiver, ainda fica mais acessível:

Ganhe desconto de 10% com o cupom: C10TDAH  para o Curso de TDAH:

Curso Online de TDAH com Estratégias e Atividades + Bônus E-book Trabalhando as emoções das crianças

Ganhe desconto de 10% com o cupom C10DISLEXIA  para o Curso de Dislexia:

Curso Online de Dislexia com Estratégias e Atividades + Bônus E-book Ciranda – Ensinando com rimas + Bônus E-book TDAH ou Transtorno de Aprendizagens

Convido a todos vocês envolvidos no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos, a conhecerem o E-book “Dislexia, Transtorno ou Talento?” Cujo objetivo é justamente demonstrar através de conhecimento, estratégias e atividades que todas as crianças possuem talentos e a forma como devemos despertá-lo. Tenho certeza que todos que o adquirirem terão outra visão da Dislexia e consequentemente através do seu conteúdo e aplicação suas práticas com estas crianças serão exitosas.

banner_dislexia_300_250

Vejam muito mais conteúdos com estratégias e atividades no Curso Dislexia Estratégias e Atividades, destinado a pais, professores, fonoaudiólogos, psicólogos escolares, psiquiatras, pedagogos, psicopedagogos, especialistas de atendimentos educacionais (AEE), TO’s, e as próprias pessoas com o transtorno. Contêm muitas informações relevantes, estratégias e muitas atividades que podem ser aplicadas de forma lúdica e criativa, promovendo deste modo a aprendizagem da criança, por pais, e professores, visando auxiliar os mesmos em suas práticas diárias.

Como bônus você levará 2 E-BOOKS, o e-book CIRANDA – Ensinando com rimas, que contêm poesias educacionais, sugestões de atividades e atividades (modelo) que podem ser trabalhadas com todos os alunos, e o e-book Déficit de Atenção ou TDAH. São inúmeras vantagens para você. ADQUIRA JÁ!

Curso de Dislexia Online

Se você quiser aprender mais sobre TDAH aproveite e inscreva-se em nosso curso de TDAH Estratégias e atividades Inédito + Bônus de um e-book Trabalhando as emoções das crianças. Está imperdível, ADQUIRA JÁ!

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas e de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem  dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

 

Leia também:

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
Estratégias e exercícios para alunos com Déficit de Atenção
Classificado como:
  • DEISY GARCIAS
    • Socorro

      Seu e-mail já foi cadastrado em breve enviarei o primeiro módulo para você. Obrigada

      • Priscila

        Oi Socorro, teria como vc me enviar por Email modelos de atividades para trabalhar com alunos com Déficit de Atenção. Obrigada!

        • Socorro

          Com certeza enviarei sim Priscila, continue acessando este blog que diariamente estarei postando novidades e muitas estratégias que poderão ajudá-la.

  • Micheli
  • Mayane

    Muito bom

  • Socorro

    Micheli seu e-mail foi cadastrado, em breve você estará recebendo material referente ao e-book

    • marcia

      como faço para me cadastrar no site?

  • Socorro

    Mayane, obrigada pela visita, em breve teremos mais informações sobre Transtorno de aprendizagem, referente ao déficit de atenção, que será nosso primeiro módulo.

  • Mayka Mech

    meu filho esta com imperatividade e a professora não esta lidando com ele e não ta tendo paciência com ele.

  • Mayka Mech

    fica mandando reclamação direto pra mim ja nem sei mai o q fazer;

    • Socorro

      Mayka, a professora precisa ter paciência e conhecimento sobre a situação do seu filho, ele tem diagnóstico?

  • Socorro

    Mayka, a professora precisa ter paciência e conhecimento sobre a situação do seu filho, ele tem diagnóstico?

  • Viviane Lima

    Muito bom seu artigo,Socorro.Parabens.
    Sou mae do Davi Autista Asperger, com deficit de atençao e investigando traços de dislexia. E acompanhado por uma professora mediadora que o apoia em sala alem da professora titular da turma.Adorei as dicas e vou passar a elas ja que o Davi e o primeiro anjo azul da carreira de ambas. Posso receber mais materiais como este? Fico mt grata.Um beijo no coraçao

    • Socorro

      Viviane, obrigada, estarei disponibilizando hoje um material sobre déficit de atenção, mas, com certeza mandarei todos os materiais que fizer com atividades inclusive, sobre os sintomas citados por você para ajudá-la com Davi. Mande-me seu e-mail se você ainda não se cadastrou no site ok?

  • Viviane

    Olá Socorro, preciso muito de ajuda pois meu filho tem vários problemas principalmente com défict de atenção. Tenho uma grande dificuldade em ensiná-lo, pois preciso repetir mil vezes para ele do que tem que ser feito, seja fazer tarefa, fazer alguma atividade, observação ou qualquer coisa que preciso dizer há ele, tenho que repetir muitas vezes é por diversas vezes ele não me ouve ou me dá atenção. Por favor me envie por e-mail o seu material, preciso muito pois estou desesperada com o atraso que ele está tendo em sala de aula e com a dificuldade que tenho em lhe dar com ele.

  • kleber
    • Socorro

      Claro que sim, já estou postando hoje mesmo, alguns com relação a identidade do aluno, veja o artigo.

  • Aline Rabelo

    Sentar a criança perto de outra que seria um.bom exemplo?

    • Socorro

      Neste caso uma criança mais calma, que fosse mais compreensiva se possível.

  • Glória Gontijo
    • Glória Gontijo

      Tenho muito interesse nesse material

      • Socorro

        Estarei enviando assim que estiver pronto. Veja os artigos com os temas neste blog.

      • Socorro

        E-mail cadastrado, obrigada.

    • Socorro

      Glória, seu e-mail foi cadastrado, em breve receberá todo o material . Obrigada!

  • Letícia Linhares
    • Socorro

      Obrigada letícia, sou uma estudiosa no assunto e sempre estarei disponibilizando artigos, sobre o assunto, seja TDAH, Dislexia, autismo e outros transtornos. venha sempre, estarei disposta a auxiliá-la. Mandarei o material para seu e-mail, porém, é de suma importância sua participação no blog.

  • Sandra Caetano
    • Socorro

      Obrigada Sandra, além dos materiais que enviarei ao seu e-mail, estarei postando diariamente artigos para leitura, análise e acompanhamento da sua filha. Venha sempre e participe, estarei sempre pronta a ajudá-la.

  • Ana Clauia

    Muito boa essa matéria, esclarecedora, obrigada!

    • Socorro

      Obrigada Ana, volte sempre que terei matérias excelentes no Blog.

  • Kelly Mendes

    Q excelente matéria! Meu irmão tem TDAH e está sendo muito difícil, pois ele zera em todas as provas mesmo sabendo o conteúdo, está na quinta série. Ele nunca faz a lição por completo de sala d aula, faz só o cabeçario e copia mais alguma coisinha, mas nunca resolve. Não consigo saber se é preguiça ou se faz parte do tdah. Minha mãe diz q é preguiça e briga com ele, mas ao conversar eu vejo q ele sabe a matéria. Vc tem algo para criança de 11 anos q ajude minha mãe entender o problema dele???

    • Socorro

      Obrigada Kelly, já coloquei hoje um artigo sobre como se processa a informação em crianças com TDAH, procure dar uma olhada, no caso da escola do seu irmão, converse com sua mãe sobre uma forma de acompanhá- lo e saber como são as aulas, as formas de atividades , as orientações que são dadas pelos professores. ler muito sobre o assunto e em último caso procurar uma ajuda profissional. Rotular a criança não é bom. volte sempre ao meu Blog que terei novidades e muito boa vontade em ajudá-las.

  • Tite Barros

    Boa tarde Socorro! Minha filha de 12 anos já foi diagnosticada como portadora de déficit de atenção e dislexia visual. Faz tratamento com fonoaudióloga especialista em dislexia e psicoterapia. Ele reprovou o 6º ano ano retrasado. Ano passado, depois do diagnóstico e início do tratamento, além do apoio em casa e aulas particulares, conseguiu ser aprovada. Ela toma medicamento e esse ano está sentindo uma melhora. Uma dificuldade q encontro é estabelecer uma rotina de estudo pra ela, uma vez q trabalho dia todo. Se vc tiver algumas dicas, gostaria que publicasse no seu blog. Vou me cadastrar. Obrigada

    • Socorro

      Obrigada por sua participação Tite Barros, sua sugestão foi anotada e com certeza escreverei um artigo com este tema sugerido, tenho certeza que ajudará a você e a outras pessoas que tem a mesma dúvida. Continue participando do Blog, é desta forma que todos nós superaremos e ajudaremos nossos filhos e alunos a vencerem este transtorno.

  • Luciana

    Bom dia Socorro, tenho um filho de 06 anos, que está no 1o ano, quando tinha 3 anos a diretora da escola me enviou um relatório dizendo que ele provavelmente teria TDAH, levei em vários neurologistas e a resposta foi, agora não é a hora. Agora com 06 anos, iniciou em uma nova escola e a professora diz te-lo reparado distraído demais, não me disse nada sobre TDAH, mas solicitou que fizesse uma lista de rotina com ele para ver se melhorava. Vc teria algum material para eu aplicar com ele para ver se consigo desenvolver a concentração? Segue meu email: [email protected]. Grata.

    • Socorro

      Olá Luciana, no blog já tenho diversos materiais que você pode aproveitar, veja os artigos onde menciono “atividades”, porém, em seu caso particularmente, estarei fazendo alguns exercícios para ajudá-la. Obrigada pela visita, retorne sempre.

  • ana paula cardeal

    Olá Socorro! excelente o artigo publicado. Tenho um filho de 12 anos que desde os 5 foi diagnosticado com TDAH, até hoje é muito difícil ele introjetar para dentro de si as informações que passamos. Quase tudo que falo e oriento ele, ele não absorve nada! é deseperador! falo todos os dias a mesma coisa e nada, não há evolução quanto a ele introduzir pra dentro de si a orientação dada! Parece que ele escuta mas não ouve!, acabo de falar e ele permanece no seu “automático” de sua propria rotina! Ele vai bem na escola, tira boas notas! mas não percebe o mundo num contexto ao seu redor, enxerga somente aquilo que está estritamente na sua rotina diária!! gostaria que vc me mandasse algum material para ajudá-lo a desenvolver o sentido de percepção no contexto. Muito Obrigada! abcs

    • Socorro

      Ana Paula, obrigada pelo elogio. Eu entendo sua situação, seu filho já está praticamente na adolescência, e tem uma qualidade boa mencionada por você “Ele vai bem na escola e tira boas notas”, A percepção dele pode estar lenta, porém, com o tempo, ele vai se adequar a outras realidades que não a sua própria. Talvez a sua forma de fazê-lo perceber o mundo não seja a correta para ele. Percebi um pouco de “desespero” em sua postagem, o que considero normal ate´, mas, acredite, seu filho tem um enorme potencial, é inteligente sim, vamos buscar estratégias, formas de ajudá-lo. Se possível mande-me informações mais detalhadas sobre ele(percepção, aprendizagem, etc). Estarei estudando sobre o caso e mandarei atividades sim. Abcs.

  • alexandra paulon

    olá Socorro! tenho um filho com 11 anos ele esta no 6 ano 2015 quase todos os cadernos dele estão incompletos ele tem muita dificuldade de copiar do quadro, ele é lento para copiar, numa aula de matemática o professor fez ditado ele se perdeu ficou nervoso e não conseguiu concluir.Quando ele chegou em casa teve uma crise de choro por não conseguir !!! tendo não me desesperar para dar segurança para ele ,mas confesso que estou perdendo as forças todos os dias vou a escola falo com os professores a escola tem todos os laudos dele, ele toma Ritalina ,
    meu email [email protected] desde já obrigada!!!!

    .

    • Socorro

      Olá Alexandra, seu filho parece ter dificuldade sim, mas já fez algum diagnóstico? precisa averiguar os sintomas, fazer um diagnóstico com profissional adequado e mais do que tudo não se desesperar, ele certamente precisa do seu apoio, tranquilidade, compreensão. Caso queira mais ajuda, mande mais detalhes, porém, de antemão sugiro que você procure profissionais da área (psicólogo, psicopedagogo, neuro..), para orientar você e seu filho e todos envolvidos no processo educacional com ele.

  • Ana Maria Fleury Curado

    Olá Socorro. Meu filho mais novo apresentou muito dificuldade na época da alfabetização, mesmo com grande defasagem ele passou para o ensino fundamental, mas os problemas se acumularam. A única estratégia da escola na época foi dobrar a quantidade de lições, o que não adiantou. Ele ficava cansado, chorava de desespero, e por fim passou a se achar incapaz de aprender. Quando ele chegou no 3° ano a professora dele que era psiocpedagoga reconheceu nele os sintomas de dislexia. No final de 2008 ele fez uma avaliação na ABD (Associação Brasileira de Dislexia) e o resultado foi dislexia e discalculia. Eu mudei ele para uma outra escola, esperando que lá ele tivesse mais apoio. A coordenadora da escola nova recomendou o acompanhamento de três profissionais, uma psicóloga, uma psicopedagoga e uma fonoaudióloga. Até o ano passado ele ficou em atendimento com elas e teve uma evolução até o início do ano passado. Mas depois ele se desmotivou, se desinteressou por tudo! Ele não se importa com mais nada! Não liga se repetir de ano (o que aconteceu no ano passado!), se perder os dentes por não escová-los, não quer sair de casa para passear ou viajar, não desce mais para brincar com os amigos! Após um desentendimento com a antiga psicologa, resolvemos tentar algo diferente para este ano! Ele tem 13 anos agora e está fazendo novamente o 7° ano na escola. Continua na mesma escola. Fui procurar um outro fonoaudiologo que me foi bem recomendado, ele está fazendo uma avaliação global da aprendizagerm do Alexandre, e deu a sugestão de procurarmos um psiquiatra para investigar a existência de outros problemas como depressão e etc. Eu me sinto desesperada pois não consigo alcança-lo! Nada importa! Para ele tudo tanto faz! Semana que vem começaremos uma avaliação com o psiquiatra. Sinto-me tão sozinha, sem apoio, sem orientação! Não sei como agir, o que devo ou não exigir dele. Qualquer coisa que você puder fazer por mim eu agradecerei imensamente!

    • Socorro

      Ana, seu filho, Alexandre está em uma época de transição e alguns conflitos existenciais devido a adolescência, outros fatores (que não sabemos quais), estão interferindo no seu emocional, está correto você procurar ajuda de profissionais da área de saúde mental como psicólogos e psiquiatras, para que os mesmos possam diagnosticar adequadamente, orientar você e sua família, apoia-los neste momento. Seja qual for a situação e o estado dele, não demonstre desespero ou tristeza, elogie-o, motive-o, saia com ele, procure divertir-se com o mesmo, observe seu ambiente familiar e o deixe sempre alegre, tranquilo, isso pode não resolver, mas ajuda bastante. Sugiro que você também procure fazer uma terapia, procure ajuda sim, você também precisa e muito. Mesmo de longe, estarei aqui, para ajudá-la, escreva, mande mais detalhes, conte com meu apoio e meu carinho. Diga a Alexandre, que apesar da dislexia ele aprende, e quanto a você, peço-lhe, não se desespere tudo é possível para DEUS. Estarei escrevendo sobre Dislexia em breve, espero que todas minhas postagens a ajude, porém entre em contato, não sinta-se mais sozinha. Abraços

  • Rosicatia Fernandes

    Estou amando as suas sugestões. Sou professora e este ano estou lecionando para o 3ºano/9 – na minha turma tenho 09 alunos com dislexia/TDH, e suas sugestões estão me ajudando.

    • Socorro

      Obrigada Rosicatia Fernandes, continue acessando o Blog que terei sempre muitas novidades, atividades e um e-book gratuito para você baixar semanalmente. Abçs.

  • LUCIANA PATARO MACHADO DOARES

    Olá, Socorro! Adorei seu blog! Sou pedagoga, especialista em educação e estou terminando “neurociências e psicanálise aplicadas a aprendiz”, com isto, já estou realizando atendims de avaliação e intervençs neuropedagógicas. Tenho boas parcerias com fonos, psicólogos, psiquiatras, neurologistas e neuropsicólogos, além de colegas psicopedagogas, claro. Com estes parceiros, consigo encaminhar os clientes p/ avals multidisciplinar, o q costuma ser bem eficaz. Gostaria muito de poder trocar ideias c vc, pois tbm sou uma pesquisadora/leitora apaixonada pela área. Atualmente, tenho procurado artigos sobre o benefício dos jogos de regras p potencialização da capacidade cognitiva. Se tiver algo a compartilhar, agradeceria mto. Ah, esqueci de informar q sou coord pedagógica numa escola particular, o Instituto Montessori. Sou de Ponte Nova, interior de Minas, casada, filho de 15 anos e estou com 43; destes, 24 dedicados à educação. Havendo um tempinho, entre no site da escola p conhecê la, acho q vai gostar! Obg pela atenção, abraços afetuosos e votos de mt sucesso!!!

    • Socorro

      Olá Luciana, que bom saber que existem pessoas tão estudiosas e competentes como você também com o objetivo de ajudar as crianças, em especial aquelas que tem este transtorno. Com certeza faremos uma grande parceria sim, estarei colocando ainda esta semana uns jogos online neste blog, espero que você goste, aceito também sugestões e novidades o que você tiver pode mandar, poderíamos trocar e-mails o que acha? Desde já agradeço por seu contato, suas belas palavras e sua parceria. Desejo-lhe muito sucesso também e com certeza visitarei o site da sua escola. Abçs

      • LUCIANA PATARO MACHADO DOARES

        Fiquei mt feliz c seu contato! E não tem nada de competente, inteligente não, colega, tô na luta, buscando… Caso tenha interesse em algum assunto, me informe. Se tiver algo a respeito terei muito em lhe enviar. Esqueci de.lhe dizer q tenho parceria c uma clinica multidisciplinaridade de BH, MG, é a Vias do Saber, entre no site dela, acho q gostará. Vou lhe passar meu fone p vc me acessar no Watsap, assim teremos mais um canal de diálogo. Foi mt bom te conhecer! Abçs!
        —–Mensagem Original—–
        De: “Disqus”
        Enviada em: ‎12/‎04/‎2015 22:57
        Para: “[email protected]” Assunto: Re: Comment on Estratégias e exercícios para alunos com Déficit de Atenção
        “Olá Luciana, que bom saber que existem pessoas tão estudiosas e competentes como você também com o objetivo de ajudar as crianças, em especial aquelas que tem este transtorno. Com certeza faremos uma grande parceria sim, estarei colocando ainda esta semana uns jogos online neste blog, espero que você goste, aceito também sugestões e novidades o que você tiver pode mandar, poderíamos trocar e-mails o que acha? Desde já agradeço por seu contato, suas belas palavras e sua parceria. Desejo-lhe muito sucesso também e com certeza visitarei o site da sua escola. Abçs” Settings

        A new comment was posted on Ganhe Sempre Mais

        Socorro
        Olá Luciana, que bom saber que existem pessoas tão estudiosas e competentes como você também com o objetivo de ajudar as crianças, em especial aquelas que tem este transtorno. Com certeza faremos uma grande parceria sim, estarei colocando ainda esta semana uns jogos online neste blog, espero que você goste, aceito também sugestões e novidades o que você tiver pode mandar, poderíamos trocar e-mails o que acha? Desde já agradeço por seu contato, suas belas palavras e sua parceria. Desejo-lhe muito sucesso também e com certeza visitarei o site da sua escola. Abçs 9:57 p.m., Sunday April 12 | Other comments by Socorro

        Reply to Socorro

        Socorro’s comment is in reply to LUCIANA PATARO MACHADO DOARES:

        Olá, Socorro! Adorei seu blog! Sou pedagoga, especialista em educação e estou terminando “neurociências e psicanálise aplicadas a aprendiz”, com isto, já estou realizando atendims … Read more

        You’re receiving this message because you’re signed up to receive notifications about replies to lucianapataromachadodoares. You can unsubscribe from emails about replies to lucianapataromachadodoares by replying to this email with “unsubscribe” or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings.

  • LUCIANA PATARO MACHADO DOARES
  • giovanna

    Oi, Socorro! Parabéns por nos auxiliar! Por favor, coloque atividades para TDA mas com idade de 10 a 15 anos….obrigada!

    • Que bom poder auxiliar vocês, Giovanna, em breve estarei portando mais atividades. Abçs

    • Socorro Bernardes

      Obrigada Giovanna, em breve estarei disponibilizando mais exercícios sim. Abçs

  • maria milza de souza

    Oi Socorro…que bom ter alguém como voce nas nossas vidas.Vou passar algumas informações sobre o meu neto…percebo que desde muito pequeno, ele NÂO aceita perder nada…fica muito nervoso chora alto até mesmo quando perde no jogo de futebol. Esta com 9 anos, e é muito difícil o momento de fazer lição de casa, e com isso tem muitas discussões. Não aceita as correções devidas. Na escola vive tentando chamar atenção dos amiguinhos, fazendo gracinhas indevidas. Vejo que vou ter que interferir..preciso da sua orientação.

    • Socorro Bernardes

      Obrigada Maria Milza, pelo elogio, com certeza ajudarei prontamente. Porém, me dê mais detalhes sobre seu neto…para iniciarmos, ele tem diagnóstico de TDAH?

  • Denise Morais

    Gostei muito da estratégia, vou praticar com meu filho !obrigada!

  • Rosemary Honorato

    Boa noite Socorro e de grande importancia para mim, no meu dia a dia com meus alunos cada conteudo publicado .Pois tem ajudado e melhorado o meu desempenho profissional ,grata e aguardando novidades bjap !

    • Obrigada minha querida, fico feliz por estar ajudando. Este é realmente o objetivo e as crianças merecem todo nosso amor e dedicação. Abçs

  • Vânia Lúcia Lima Guimarães

    boa tarde Socorro, sensacional obrigado por compartilhar nos no interior temos muita dificuldades,sensacional trabalho como psicopedagoga e criança especiais,vai ser de grande importância…

    • Olá Vânia, o intuito realmente é ajudar, que maravilha que estou auxiliando você, parabéns pela busca de mais conhecimento para lidar com essas crianças. Terei sempre novidades. Abçs

  • carol

    bom dia Socorro!!! Meu filho tem 8 anos e esta com muitos problemas na escola ,ele esta no 2 ano ,não consegue concluir os trabalhos nem escrever na linha algumas letras ficam voando, esses dias fez um trabalho espelhado e algumas letras de cabeça para baixo,não consegue copiar do quadro um texto inteiro se perde e não consegue concluir,levei ele ontem na psicologa mas ela disse que precisaria de muitas seções com ele para ver oque está acontecendo,mas o problema é que não tenho como ficar pagando pelas seções, e já não sei como o ajudar . Gostaria de pedi se vc pode me dar umas dicas até para eu fazer uns exercícios para o ajudar…por favor fico no aguardo

  • Joelma Maria

    Excelentes atividades!Seriam adequadas para serem usadas no estágio da minha Pós-graduação em Psicopedagogia?Com a sua autorização, é claro!Parabéns!

    • Olá Joelma, com certeza está autorizada, se possível coloque os créditos, rs. Abçs

  • Inaily Ramos Lili

    Discordo em reduzir e esperar menos da criança. Meu filho tem deficit de atençao e não foi assim que progrediu menosprezando a capacidade dele e sim apoiando e fazendo crer que é capaz. Revoltante ter que ler isso exigir menos respostas corretas???? tda não é défict de aprendizado. Não tem que diminuir a quantidade em relação aos outros alunos. tem que ajudar a organizar o tempo e mostrar que pode sim conseguir, Estou revoltada aqui sinceramente