Geralmente a aula teórica é um dos meios mais tradicionais e ineficazes de ensinar a todas as crianças tenham elas ou não TDAH, dislexia, autismo ou outros transtornos de aprendizagens. Por si mesmo, ela não levará à aprendizagem ativa. Para uma aula teórica ser eficaz, o professor deve criar primeiro interesse então, maximizar o entendimento e a retenção, envolver os participantes durante a aula e reforçar o que está sendo apresentado. Vejam algumas maneiras de se fazer isso.

 

Procure criar interesse

  1. Para começar uma história ou uma imagem visual interessante. Conte uma pequena estória relevante, uma estória de ficção, uma estória em quadrinho, apresente uma imagem ou um gráfico que captem a atenção da criança, principalmente chamando atenção daquela que tem TDAH.
  2. Um problema para dar início

Apresente um problema em torno do qual a aula será estruturada.

  1. Faça uma pergunta prévia

Faça uma pergunta para as crianças (mesmo que elas tenham pouco conhecimento prévio) de modo que fiquem motivadas a assistir a sua aula para obter a resposta. Maximize o entendimento e a retenção

  1. Verifique os Títulos.

Reduza os pontos principais da aula a palavras-chave que ajam como subtítulos ou como ajuda para a memória.

  1. Dê exemplos e analogias

Dê ideias ou explanações da vida real durante a aula e, se possível, crie uma comparação entre o seu material e o conhecimento e a experiência que as crianças já tenham.

  1. use sempre apoio visual

Use vídeos, transparências, slides, resumidos e demonstrações que possibilitem as crianças verem e não só ouvirem o que você está dizendo. Envolva todas as crianças durante a aula

  1. Promova desafios momentâneos

Interrompa a aula periodicamente e desafie as crianças a dar exemplos dos conceitos apresentados até então ou a responder perguntas específicas.

  1. Use atividades ilustrativas

Através da apresentação, entremeie atividades breves que ilustrem pontos que estão sendo abordados. Reforce a aula

  1. Aplicações

Mostre um problema ou uma pergunta para as crianças resolverem baseadas nas informações apresentadas em aula.

  1. Faça revisão

Peça para as crianças para reverem o conteúdo da aula um com o outro ou dê a elas um teste de auto-avaliação (de acordo com a idade das mesmas).

Atividade

 

Poesia com nomes

TDAH

Habilidade:

– Observação da escrita diferenciada (com letra maiúscula) dos nomes próprios;

– Observação da narrativa, considerando os nomes das personagens e dos lugares onde se ambienta a história.

 

Modo de fazer:

– Escolher e trazer para os alunos uma história, uma música ou poesia que contenha uma boa quantidade de nomes próprios;

– Ler o texto para as crianças;

– Ao terminar a leitura, pedir para as crianças que escrevam no caderno os nomes próprios das personagens, dos lugares, etc;

– Chamar atenção dos alunos para que observem a diferença entre a escrita dos nomes comuns e a dos nomes próprios (a letra maiúscula);

– Pedir-lhes que criem seus próprios textos usando nomes próprios.

 

Participe

O que você achou desta matéria? Escreva nos comentários e deixe sua opinião

Curta nossa Fan Page no Facebook: http://www.facebook.com/ganhesempremais

Vejam muito mais conteúdo e estratégias de como viver e Vencer com TDAH no meu mais novo E-book, ele apresenta estratégias, técnicas, relatos e atividades imprescindíveis a todos  aqueles que acreditam que podem “Vencer com TDAH”.

PUBLICIDADE

banner_vencer_com_TDAH_300_250

O Blog Ganhe Sempre mais, faz uma Mega PROMOÇÃO, em seus cursos, que além de conteúdo de qualidade, facilidade e disponibilidade de tempo, você faz o curso em qualquer horário e local que estiver, ainda fica mais acessível:

Convido a todos vocês envolvidos no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos, a conhecerem o E-book “Dislexia, Transtorno ou Talento?” Cujo objetivo é justamente demonstrar através de conhecimento, estratégias e atividades que todas as crianças possuem talentos e a forma como devemos despertá-lo. Tenho certeza que todos que o adquirirem terão outra visão da Dislexia e consequentemente através do seu conteúdo e aplicação suas práticas com estas crianças serão exitosas.

banner_dislexia_300_250

Vejam muito mais conteúdos com estratégias e atividades no Curso Dislexia Estratégias e Atividades, destinado a pais, professores, fonoaudiólogos, psicólogos escolares, psiquiatras, pedagogos, psicopedagogos, especialistas de atendimentos educacionais (AEE), TO’s, e as próprias pessoas com o transtorno. Contêm muitas informações relevantes, estratégias e muitas atividades que podem ser aplicadas de forma lúdica e criativa, promovendo deste modo a aprendizagem da criança, por pais, e professores, visando auxiliar os mesmos em suas práticas diárias.

Como bônus você levará 2 E-BOOKS, o e-book CIRANDA – Ensinando com rimas, que contêm poesias educacionais, sugestões de atividades e atividades (modelo) que podem ser trabalhadas com todos os alunos, e o e-book Déficit de Atenção ou TDAH. São inúmeras vantagens para você. ADQUIRA JÁ!

Curso de Dislexia Online

Se você quiser aprender mais sobre TDAH aproveite e inscreva-se em nosso curso de TDAH Estratégias e atividades Inédito + Bônus de um e-book Trabalhando as emoções das crianças. Está imperdível, ADQUIRA JÁ!

banner_300x250_tdah_bonus

No intuito de auxiliar a pais, professores e as crianças, escrevi o e-book “Atividades exitosas” (91 páginas) em que reuni atividades criativas de fácil aplicação além de estratégias. De bônus os presenteio com o e-book “Ciranda” (48 páginas) onde podemos ensinar através de poesias e rimas, com sugestões e modelos de atividades. Este material foi escrito com muito carinho e dedicação, tenho certeza que será muito proveitoso, e se for bem aplicado se refletirá na real aprendizagem dos alunos, em especial aqueles que têm TDAH, Dislexia ou outros Transtornos de aprendizagem.

banner_ebook_atividades_300_250

Se você ainda não possui, adquira já o e-book “O Menino Que Não Tinha Jeito” e como bônus ganhe o e-book completo “Déficit de Atenção ou TDAH”:

ebook_o_menino_que_nao_tinha_jeito

 

 

 

Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.
Compartilhe:
10 Sugestões e atividades para melhorar a aula e obter a atenção das crianças com TDAH, dislexia e autismo
Classificado como: